Construção sustentável: o que é e por que abraçar essa ideia?

A construção sustentável é uma alternativa para otimizar o aproveitamento dos recursos naturais em obras. Apesar de não ser um termo novo, esse tipo de processo vem sendo cada vez mais necessário. Afinal, a construção civil é o setor industrial que mais gera resíduos sólidos no mundo. 

Essa produção trouxe preocupação quanto à manutenção do meio socioambiental e o desperdício de tempo e dinheiro. Uma vez que grande parte desses resíduos pode ser reaproveitada. 

Pensando nisso, iremos mostrar como introduzir essa solução em suas obras, assim como os seus benefícios. Vamos lá?

Como fazer uma construção sustentável

A primeira coisa que se deve ter em mente é que qualquer obra pode ser uma construção sustentável. Isso porque esse conceito engloba todos as construções e reformas de pequeno ou grande porte.

Desse modo, conheça a seguir os seus fundamentos.

1. Escolher bons materiais e fornecedores  

Muito antes de construir, já é possível aplicar os fundamentos de uma construção sustentável. A escolha de materiais já reflete bastante sobre o impacto ambiental que a sua obra produz. 

Nesse sentido, os materiais menos agressivos, duráveis e que exigem o mínimo de impacto possível para sua obtenção são prioridades. O que, por sua vez, também nos leva a entender quais são os piores materiais. 

Alguns dos materiais “condenados” por qualquer padrão de construção sustentável são: amianto, chumbo e alumínio.

Já os materiais que podem ser reciclados são as melhores alternativas, como:

 

  • Tijolos. 
  • Madeiras. 
  • Outros entulhos gerados por demolições.

 

Além dos itens que deverão ser instalados na casa como torneiras, vasos sanitários, lâmpadas, e chuveiros. Uma boa escolha garante mais economia do gasto de água e luz, que também impactam no meio ambiente.

Outro ponto que deve ser observado é a procedência dos materiais. Portanto, verifique se os fornecedores asseguram uma procedência ambientalmente segura.

2. Fazer uma boa gestão dos resíduos utilizados

Engana-se quem pensa que, para uma construção sustentável, a fase de pré-construção acaba com a escolha dos materiais. Visto que, a gestão desses materiais é igualmente importante. 

Os principais aspectos a serem analisados são:

  • O ciclo de vida do empreendimento e dos materiais usados.
  • O estudo do impacto ambiental da construção.
  • A correta destinação do entulho
  • O aproveitamento dos recursos naturais disponíveis (como ventilação e luminosidade natural). 

Quanto menor o desperdício de recursos, melhor para o planeta e até para a sua carteira. Pois haverá a minimização do uso de matérias-primas que implicará na redução do impacto ambiental. Além de uma economia, que vem desde reaproveitamento dessas matérias-primas, ao gasto nas contas de luz e água.

3. Orientar os pedreiros e colaboradores

Não adianta somente escolher bons materiais e fazer um bom planejamento, se a execução da obra ocorre de forma incorreta. Por isso, é fundamental que haja um alinhamento com os pedreiros e colaboradores. 

Entre as recomendações, auxilie-os para que o entulho seja separado em sacos. Não somente, deixe separado o que for possível como madeiras, materiais de demolição, vidros, etc. Tudo isso, simplifica o processo de reciclagem.

Também é válido explicar que toda economia de recurso deve ser priorizada. Vez ou outra é bom fazer uma verificação se está tudo indo conforme a orientação.

Proteja o meio ambiente e economize

Agora, que você conhece a importância de uma construção sustentável, ajude o meio ambiente e ainda reduza os seus gastos. Essa é uma alternativa possível e muito interessante. Esperamos ter te ajudado nessa etapa, até a próxima!

Compartilhe :

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Artigos Relacionados

ASSINE NOSSA NEWSLETTER


Depósito Savassi Materiais de Construção Ltda - ME | CNPJ: 24.153.707/0001-04 | IE: 0027030.29/00-70