EPIs: o que são, por que utilizar e onde encontrá-los?

Fundamentais em alguns trabalhos, os EPIs são requisitos obrigatórios quando se trata da segurança da integridade física dos trabalhadores. Por isso, se você ainda não os conhece, ou não sabe como utilizá-los ou onde encontrá-los, iremos te explicar tudo agora mesmo.

O que são EPIs?

EPI é uma sigla referente a Equipamento de Proteção Individual. O seu uso e aplicabilidade é regido pela Norma Regulamentadora nº 06 (NR-06) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Essa Norma definem os EPIs como:

“todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho”.

Utilidades dos EPIs

Os EPIs úteis para os trabalhadores serão definidos de acordo o seu tipo de atividade ou dos seus riscos e ameaças. Sendo que eles são fundamentalmente voltados para a proteção:

  • auditiva: protetores auriculares ou abafadores de ruídos;
  • respiratória: filtro e máscaras;
  • facial e visual: viseiras e óculos;
  • craniana: capacetes;
  • de braços e mãos: mangotes e luvas;
  • de pés e pernas: botinas, sapatos e botas;
  • contra quedas: cinturões e cintos de segurança.

Entre os vários trabalhadores que devem fazer o uso de EPIs, podemos destacar os:

 

  • Eletricistas;
  • Mecânicos;
  • Trabalhadores da construção civil;
  • Pedreiros;
  • Açougueiros;
  • Enfermeiros;
  • Serralheiros;
  • Soldador;
  • Trabalhadores de câmaras frias;
  • Trabalhadores de laboratórios;
  • Trabalhadores que realizam trabalhos em altura;
  • Marceneiros;
  • Jardineiros;
  • Carpinteiros;
  • Trabalhadores de linha de produção de fábricas;
  • Jatistas;
  • Trabalhadores de sistemas de esgoto;
  • Trabalhadores da área da saúde;
  • Trabalhadores de cozinhas industriais;
  • Motociclistas;
  • Forneiros;
  • Operadores de empilhadeira.

Pensando em reformar a casa? Veja por onde começar!

A lei sobre o uso dos EPIs

De acordo com a NR-6 EPI, esses equipamentos deverão ser disponibilizados pelo empregador de forma gratuita, com indicação do CA-Certificado de Aprovação. Eles também precisarão estar preparados para os riscos e bem conservados para a sua função.

Também devem ser verificados:

  • pela qualidade do produto;
  • pelo prazo de validade e;
  • se possui a aprovação da SSST.

É também obrigação do empregador:

  • orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado, guarda e conservação;
  • averiguar se os seus empregados estão em uso regular dos equipamentos de segurança;
  • substituir imediatamente, quando danificado ou extraviado;
  • responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica;
  • comunicar ao MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) qualquer irregularidade observada; e
  • registrar o seu fornecimento ao trabalhador, podendo ser adotados livros, fichas ou sistema eletrônico.

Uma vez flagrada a ausência no cumprimento das normas, o empregador fica passível a pagar multa estabelecida em lei.

Como fazer com que o empregado use os EPIs

Uma situação comum para o empregador é flagrar algum funcionário que não utiliza os equipamentos de proteção individual. Muitos empregadores, porém, às vezes não sabem como proceder. Pensando nisso, separamos um processo de 4 passos para evitar problemas futuros.

1. Advertência verbal

A princípio, se o empregador visualizar algum funcionário que não estiver utilizando o EPI, recomendamos que ele seja advertido de forma verbal. Exigindo, ainda, que ele esteja corretamente equipado para trabalhar, além de reforçar a ideia de que estes cuidados são para a sua própria segurança.

2. Advertência por escrito

Se o empregado continuar agindo dessa forma, após a advertência verbal, recomendamos que uma advertência seja feita por escrito. Pois, sendo redigida segundo os moldes da CLT (Consolidação de Leis Trabalhistas), poderá ser o suficiente para a alteração do comportamento.

3. Suspensão

Persistindo a desobediência do funcionário, o empregador precisará aplicar uma suspensão. Tendo em vista que, uma suspensão por esses motivos, não deve ser é remunerada, sendo então, uma boa medida de correção.

4. Demissão por justa causa

Não havendo alteração do comportamento, o empregador fica livre para promover a dispensa do funcionário por justa causa.

A segurança deve vir sempre em primeiro lugar!

Após saber mais sobre os EPIs, esperamos ter contribuído na sua compreensão. Caso trabalhe em alguma atividade que necessite desses ítens, conte com uma empresa séria e comprometida com a segurança.

A Depósito Savassi, vende vários EPIs que são utilizados nas mais diversas profissões. Então, não tenha dúvidas quando buscar por qualidade e comprometimento.  

Até a próxima!

Cores dos capacetes de construção civil: saiba o significado de cada uma!

Compartilhe :

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Artigos Relacionados

ASSINE NOSSA NEWSLETTER


Depósito Savassi Materiais de Construção Ltda - ME | CNPJ: 24.153.707/0001-04 | IE: 0027030.29/00-70